Política

Cármen Lúcia assume TSE amanhã com olhar atento para IA e desinformação nas eleições

Ministra assume a presidência do TSE na segunda-feira (3) e será responsável por organizar os pleitos de outubro

02/06/2024 09h58
Cármen Lúcia assume TSE amanhã com olhar atento para IA e desinformação nas eleições
Foto: Alejandro Zambrana/Secom/TSE

A pouco mais de quatro meses das eleições municipais, a ministra Cármen Lúcia assume, na segunda-feira (3), a presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em substituição ao ministro Alexandre de Moraes — ela continuará sendo a única mulher da Corte.

Como missão, ela terá a organização das eleições municipais, a serem realizadas em outubro. Em declarações recentes, Cármen Lúcia já demonstrou preocupação com a inteligência artificial (IA) e a desinformação. A segurança no processo eleitoral também é um dos focos da nova presidente do TSE.

Normas

No início do ano, o TSE aprovou 12 normas para as eleições municipais. O conjunto inclui resoluções sobre o enfrentamento da desinformação e do uso indevido da IA.

“Que essa tecnologia não seja usada para desservir à democracia, aos eleitores e às garantias das liberdades”, declara a ministra

A declaração foi dada em 28 de fevereiro, no dia seguinte à apresentação das resoluções, quando falava ao plenário do STF sobre o tema. Na ocasião, a magistrada também analisou a maneira como a desinformação impacta o regime democrático. “As desinformações se transformaram em uma doença gravíssima e com graves riscos de comprometimento da saúde democrática”.

Com informações da CNN

Comentários

Leia também

Política
Zé Ronaldo anuncia convenção partidária para dia 30 de julho em Feira de Santana

Zé Ronaldo anuncia convenção partidária para dia 30 de julho em Feira de Santana

Postulante ao Executivo conta com apoio de 11 partidos em sua coligação
Política
Radiovaldo Costa aguarda movimentações para assumir cadeira na ALBA

Radiovaldo Costa aguarda movimentações para assumir cadeira na ALBA

O anúncio oficial sobre a entrada de Radiovaldo Costa na ALBA deve ser feito em breve,...
Política
Brasil tem mais de 155 milhões de eleitoras e eleitores aptos a votar em 2024

Brasil tem mais de 155 milhões de eleitoras e eleitores aptos a votar em 2024

Eleitorado aumentou 5,4% na comparação com as Eleições 2020