Política

Candidato ao Senado, Cacá Leão quer “endurecer” leis de segurança pública

Candidato destaca que pretende implementar novas leis para segurança pública e ampliar acesso a educação

22/08/2022 15h45
Candidato ao Senado, Cacá Leão quer “endurecer” leis de segurança pública
Foto: Agência Câmara

Candidato ao Senado pelo Partido Progressista (PP), o atual deputado Cacá Leão afirma que sua principal motivação para a disputa é ampliar o trabalho que já estava sendo realizado no estado. Em entrevista ao Jornal do Meio Dia, ancorado por Jorge Biancchi na Rádio Princesa FM (96.9), destacou que pretende defender os interesses baianos no parlamento federal.

“Como deputado eu já tive oportunidade de trazer recursos e obras importantes ao nosso estado, e agora como Senador, essa responsabilidade aumenta ainda mais. Me sinto muito motivado, sou movido a desafios e este é um dos mais importantes da minha vida. Estou feliz por fazer essa caminhada ao lado de ACM Neto e ouvir o carinho dos baianos”, pontua.

Cacá Leão afirma que sua primeira missão é defender os interesses da Bahia no Senado Federal: “Queremos construir pontes com o Governo Federal para trazer recursos e viabilizar as grandes obras que nosso estado tanto precisa. Estou me colocando como essa pessoa que estará no Senado, em Brasília, ao lado do futuro governador ACM Neto, para defender os interesses do estado baiano” 

O candidato também destaca que pretende implementar novas leis para a segurança pública. Nas últimas semanas foi aprovado o Projeto de Lei 6579/13, proposto pelo Capitão Derrite que pretende finalizar a saída temporária dos presidiários, o que foi aprovado pelo candidato Cacá Leão. 

“Temos diversas legislações da área penal que precisam ser endurecidas, e, caso seja me dada a oportunidade, estarei no Senado colocando essa bandeira à frente do nosso mandato”.

Para a educação, o atual deputado pontua que pretende ampliar o acesso à educação profissionalizante para jovens, formando profissionais qualificados e fomentando a geração de empregos e renda. 

“Como deputado federal eu tive a oportunidade de trazer campos nos Institutos Federais, para alguns municípios, então queremos ampliar esse acesso”.

Comentários

Leia também

Política
Defesa de Bolsonaro entra com ação no STF para anular investigação sobre joias

Defesa de Bolsonaro entra com ação no STF para anular investigação sobre joias

A defesa do ex-presidente considera que a forma como a apuração foi instaurada pelo ministro...
Política
Moraes nega pedido de Bolsonaro para adiar depoimento à PF

Moraes nega pedido de Bolsonaro para adiar depoimento à PF

Segundo o ministro do STF, não compete ao investigado 'escolher a data e horário de seu...
Política
Israel declara Lula persona non grata, após ele comparar situação de Gaza ao holocausto

Israel declara Lula persona non grata, após ele comparar situação de Gaza ao holocausto

Ministro de Relações Exteriores classificou fala de Lula como ‘grave ataque antissemita’ ...