Política

Candidata Raíssa Soares defende liberação de armamento para civis

Candidata explicou que o processo de liberação só seria destinado a cidadãos treinados e com aprovação prévia

19/08/2022 06h21
Candidata Raíssa Soares defende liberação de armamento para civis
Foto: Divulgação/Porto Seguro

Candidata ao Senado pelo Partido Liberal (PL), a doutora Raissa Soares, revelou algumas de suas propostas relativas à saúde e segurança pública. Em entrevista ao Jornal do Meio Dia, apresentado por Jorge Biancchi, na rádio Princesa FM, a candidata destacou a liberação do porte de armas.

A parlamentar explica que o armamento só será liberado para cidadãos que possuam aprovação em testes psicotécnicos, não havendo instabilidades emocionais, além de capacitação técnica, que não será gratuita, e investimento para comprar sua arma, com liberação de entidades reguladoras.

“Se as pessoas de bem, cidadãos comuns, querem ter o direito à arma, nós temos legislações que permitem, desde que ele cumpra todo o rigor. E nós temos hoje um número de policiais em nosso Brasil, que não conseguem proteger a população, pois havendo um crime, ainda demora um tempo para a polícia chegar ao local”, pontuou, também destacando que algumas localidades possuem poucas viaturas para uma grande população.

Raissa Soares também apresenta propostas para a área da saúde, como a criação de fundo separados para as doenças raras. Segundo Soares, que já atuou como médica, há um problema de  judicialização da saúde, onde um paciente portador de doença rara pode demandar um tratamento de cerca de 300 mil reais e, por ordem judicial, o secretário precisa comprar os remédios.

“Precisamos ter fundos separados para as doenças raras e judicialização da saúde, para que não comprometa o recurso público do município e todas as suas demandas. Nós precisamos ter transparência sobre a fila de regulação, queremos implementar projetos tecnológicos que vão trazer todo o agendamento necessário”, destacou.

Em adicional, a candidata também pretende propor um Projeto de Lei que oriente a todos os secretários de saúde a passarem por uma capacitação técnica obrigatória para garantir que o profissional entenda todos os procedimentos e domine os conhecimentos necessários para melhor atender a população.

Comentários

Leia também

Política
PT pode perder domínio da Saúde e da Educação para garantir apoios a Lula

PT pode perder domínio da Saúde e da Educação para garantir apoios a Lula

O PT, no entanto, já decidiu que não abrirá mão do ministério que cuidará do Bolsa...
Política
Cotado para ser ministro de Lula, Rui participa de evento com equipe de transição e critica orçamento secreto

Cotado para ser ministro de Lula, Rui participa de evento com equipe de transição e critica orçamento secreto

Governador criticou ainda a transformação da Codevasf (Companhia de Desenvolvimento dos...
Política
Lula deve deixar encontro com Biden para o início de 2023

Lula deve deixar encontro com Biden para o início de 2023

Presidente eleito se reuniu com conselheiro dos EUA