Bahia

Campanha do MP ‘O amor não tem tamanho’ incentiva a adoção de adolescentes e crianças a partir de 6 anos

O lançamento ocorre na semana em que se celebra o Dia Mundial da Adoção, comemorado dia 9 de novembro

04/11/2022 12h20
Campanha do MP ‘O amor não tem tamanho’ incentiva a adoção de adolescentes e crianças a partir de 6 anos
Foto: Divulgação

Atualmente estima-se que, no Brasil, há cerca de 4 mil crianças e adolescentes aptos a adoção e 33 mil pessoas estão na fila de adotantes. Segundo dados do Conselho Nacional de Justiça, quase 70% das crianças aptas a adoção no Brasil têm mais de seis anos. Em busca de uma família para essas crianças e adolescentes, o Ministério Público estadual, em parceria com a Defensoria Pública e o Tribunal de Justiça da Bahia, lançam na próxima segunda-feira, dia 7, às 14h, a campanha ‘O amor não tem tamanho’. O lançamento ocorre na semana em que se celebra o Dia Mundial da Adoção, comemorado dia 9 de novembro, com o objetivo de ampliar o perfil buscado pelos futuros pais e contribuir no aumento do número de adoções de crianças e adolescentes, grupos de irmãos ou com alguma deficiência. 

O lançamento ocorrerá na sede do MP, no CAB, e será veiculado em TVs e redes sociais do MP e das instituições parceiras, dando visibilidade às informações necessárias para o processo de adoção. De acordo com o Sistema Nacional da Adoção e Acolhimento (SNA), a maior quantidade de crianças e adolescentes disponíveis para adoção concentra-se na faixa etária de 6 a 17 anos. Esse perfil, no entanto, não corresponde ao mais desejado pelos habilitados à adoção, já que mais de 50% dos 39.957 pretendentes cadastrados têm preferência por crianças de até três anos. Segundo dados do Conselho Nacional de Justiça de 2019, 90% dos interessados na adoção buscam crianças de até sete anos, enquanto 67% das crianças e adolescentes disponíveis nos abrigos têm idades entre sete e 18 anos. 

“A adoção de crianças acima de seis anos de idade e adolescentes é considerada necessária em razão da dificuldade de localização de famílias que tenham perfil adotivo para essa faixa etária. Por essa razão, a presente campanha pretende demonstrar que o amor não tem tamanho, podendo ser vivenciado na adoção de crianças e adolescentes de todas as idades, raças e condições de saúde”, destacou a coordenadora do Centro de Apoio Operacional de Crianças e Adolescentes (CAOCA), promotora de Justiça Anna Karina Trennepohl. Ela ressaltou que, em geral, o perfil adotivo restringe a idade aos primeiros anos de vida, impossibilitando à criança mais velha, ao adolescente ou a grupos de irmãos a chance de serem adotados. “As crianças e adolescentes com deficiência ou alguma doença diagnosticada também encontram dificuldades no processo de adoção”, destacou a promotora de Justiça. 

Os interessados na adoção devem fazer um pré cadastro no endereço eletrônico https://www.cnj.jus.br/sna/indexPrecadastro.jsp.

Comentários

Leia também

Bahia
Número de acidentes de trânsito em rodovias baianas diminuem em 4% nos últimos três anos

Número de acidentes de trânsito em rodovias baianas diminuem em 4% nos últimos três anos

A principal causa de acidentes nas rodovias estaduais ainda é a imprudência do motorista...
Bahia
Bahia sedia Congresso Nordeste de Transplantes, reunindo profissionais e dirigentes de saúde

Bahia sedia Congresso Nordeste de Transplantes, reunindo profissionais e dirigentes de saúde

O Congresso Nordeste de Transplantes acontecerá de 5 a 7 de junho, seguido pelo Simpósio...
Bahia
Governador sanciona lei que institui o programa Bahia Pela Paz

Governador sanciona lei que institui o programa Bahia Pela Paz

Com a regulamentação, as instituições que integram o ‘Bahia Pela Paz’ passam a...