Feira de Santana

Caminhada chama a atenção para a luta contra o abuso e exploração sexual infantil

A iniciativa foi da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, CRAS, CREAS, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente e Ministério Público Estadual.

18/05/2022 17h20
Caminhada chama a atenção para a luta contra o abuso e exploração sexual infantil
Foto: Izinaldo Barreto

Crianças e adolescentes e representantes de movimentos sociais participaram da Caminhada de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, na tarde desta quarta-feira, 18. O ato faz parte da programação do Maio Laranja.

A iniciativa foi da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, CRAS, CREAS, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente e Ministério Público Estadual.

A caminhada saiu da Praça Fróes da Motta, seguindo pelo Calçadão da Sales Barbosa e foi encerrada em frente ao Paço Municipal Maria Quitéria. Faixas e cartazes com frases alertando para a importância em denunciar casos de abuso sexual infantil foram exibidas durante todo o percurso. Panfletos também foram entregues a transeuntes.

Em Feira de Santana, nove casos de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes já foram registrados este ano. O secretário de Desenvolvimento Social, Antônio Carlos Borges Júnior, falou sobre a importância do ato.

“Esta caminhada tem o intuito de despertar a comunidade para a situação que pode ocorrer em qualquer ambiente, até mesmo dentro de casa. Além disso, intensificamos durante o mês as ações de combate”, pontua.

O vice-prefeito, Fernando de Fabinho, que esteve representando o prefeito Colbert Martins Filho, destacou que a denúncia é importante para interromper o abuso.

“Muitas vezes o perigo cerca esses jovens na própria casa, bairro e outros locais. A campanha alerta a população para o cuidado, especialmente dos pais e familiares, contra o abuso sexual”, afirma.

Vale destacar que a população pode denunciar de forma anônima pelo Disque 100, que funciona 24 horas por dia, inclusive aos sábados, domingos e feriados. O Governo Municipal também disponibiliza a plataforma Fala Feira 156 e os atendimentos são realizados pelo Plantão Social.

Também participaram da caminhada representantes do Ministério Público, Defensoria Pública, Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal, Dispensário Santana, APAE e das secretarias municipais de Prevenção à Violência, Educação, Saúde, Mulher e demais órgãos, assim como secretários e vereadores.

18 DE MAIO

O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, 18 de maio, foi instituído em maio de 2000, através da Lei 9.970, de autoria da então deputada federal Rita Camata (PMDB/ES).

A data foi escolhida em lembrança ao caso que vitimou a menina Araceli Cabrera Sanches, que foi sequestrada em 18 de maio de 1973, com oito anos de idade. Araceli foi drogada, espancada, estuprada e morta por membros de uma tradicional família capixaba. O crime causou revolta em todo o país, mas os culpados ficaram impunes.

*Secom

Comentários

Leia também

Feira de Santana
Feira aguarda novas doses contra covid para manter a vacinação

Feira aguarda novas doses contra covid para manter a vacinação

Outras unidades também podem sofrer com desabastecimento
Feira de Santana
Prefeitura de Feira apoia campanha para doação de brinquedos

Prefeitura de Feira apoia campanha para doação de brinquedos

Doações podem ser feitas até o dia 20 em um dos quatro pontos de coleta
Feira de Santana
Centro de Abastecimento realiza homenagens à Santa Bárbara neste sábado (3)

Centro de Abastecimento realiza homenagens à Santa Bárbara neste sábado (3)

Homenagens a padroeira dos feirantes marcada ainda por missa e procissão