Feira de Santana

Câmara de Vereadores fez sua parte com relação ao reajuste dos servidores da prefeitura, diz Fernando Torres

Ao De Olho na Cidade, Colbert afirmou que não tem condições de efetuar o reajuste

30/08/2022 15h58
Câmara de Vereadores fez sua parte com relação ao reajuste dos servidores da prefeitura, diz Fernando Torres
Foto: Mário Neto

Rafael Marques

Em conversa com o prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins, a respeito do reajuste salarial de 11,7% aos servidores públicos, aprovado pela Casa, o vereador Fernando Torres (PSD) declarou que o projeto foi criado com responsabilidade e afirmou que o gestor pode efetuar o pagamento.

“Ele ligou pra mim para falar sobre o aumento, e disse que a prefeitura não tem condições de pagar este reajuste. Claro que fizemos a coisa com responsabilidade sabendo que o governo pode pagar. Hoje o que eles gastam com o funcionários chega a 46% do orçamento e pode ir a 54%, com limite potencial de 51%”, disse.

Torres ainda citou como exemplo a readaptação do ordenado dos efetivos da Câmara, concedido este ano.

“Aumentamos o salário dos servidores efetivos e concursados em 50%, porque podemos pagar isso. Não estamos colocando aleatório, colocamos um valor que a prefeitura pode pagar, que é 11,7%. A Casa já fez sua parte, agora, quem tem que fazer é Colbert”, disparou.

Ao De Olho na Cidade, o gestor do município afirmou que não conseguirá realizar o reajuste, já que não tem lei que o autorize.

“Foi derrubado o veto do executivo, portanto eu não tenho mais leis pra pagar os 5% retroativos, referente a maio. Se eu não tenho lei que me autorize, serei obrigado a refazer a folha, vai atrasar, mas irei pagar os valores referentes a abril. Eu quero fazer, tenho vontade, mas a Câmara me impede, porque não dá condições legais para isso”, expôs.

Em nota, a Câmara afirmou que não há razões para atrasos salariais. Leia:

“A Mesa Diretora da Câmara Municipal de Feira de Santana informa que, até a sanção do Projeto de Lei nº 48/2022, a Prefeitura não tem razão para atrasar a folha de pagamento dos servidores públicos municipais. Isto porque, foi rejeitado, na sessão de ontem (25), o veto parcial do prefeito Colbert Martins à proposta que dispõe sobre a revisão anual dos vencimentos dos servidores. Desta forma, a nova lei ainda será encaminhada para promulgação e só após este processo, terá eficácia. A partir de então, ficará assegurado o índice real de inflação ao reajuste, com percentual de 11,73%”.

Comentários

Leia também

Feira de Santana
Feira tem 44 pacientes na fila da regulação

Feira tem 44 pacientes na fila da regulação

Há 25 dias homem aguarda para tratar complicações da diabetes
Feira de Santana
Dia Mundial de Combate a Raiva celebrado com vacinação de cães e gatos nesta quarta

Dia Mundial de Combate a Raiva celebrado com vacinação de cães e gatos nesta quarta

A aplicação acontece no CCZ e no conjunto Moradas das Árvores
Feira de Santana
Projeto que trata sobre vedação de apreensão ou remoção de mercadorias de ambulantes através do Rapa é aprovado

Projeto que trata sobre vedação de apreensão ou remoção de mercadorias de ambulantes através do Rapa é aprovado

As mercadorias de que tratam o projeto são produtos de natureza lícita, perecível e...