Política

BN/ Paraná Pesquisas: Jerônimo lidera rejeição; Roma aparece na sequência

Apenas 6% da amostra indicou que poderia votar em qualquer um dos candidatos e 25,4% não souberam ou não responderam.

26/09/2022 10h04
BN/ Paraná Pesquisas: Jerônimo lidera rejeição; Roma aparece na sequência
Foto: Reprodução

O candidato ao governo da Bahia pelo PT, Jerônimo Rodrigues, lidera a rejeição entre os eleitores questionados pelo Instituto Paraná Pesquisas, em parceria com o Bahia Notícias. Segundo o levantamento realizado entre os dias 19 e 23 de setembro, o petista não receberia o voto de 29,4% dos entrevistados, seguido de perto por João Roma (PL), com rejeição de 28,2%.

O ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (União), que lidera as intenções de voto, registra rejeição de 22,5% dos eleitores. Kleber Rosa (PSOL), Giovani Damico (PCB) e Marcelo Miller (PCO) compõem uma espécie de “terceiro pelotão”, com rejeições de 13,1%, 13% e 12,3%, respectivamente. Nesse pergunta, os eleitores poderiam indicar mais de uma resposta.

Apenas 6% da amostra indicou que poderia votar em qualquer um dos candidatos e 25,4% não souberam ou não responderam.

O levantamento ouviu 1540 pessoas com mais de 16 anos em 68 municípios baianos entre os dias 19 e 23 de setembro. A margem de erro é de 2,5% e o intervalo de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob nº 05363/2022.

*Bahia Notícias

Comentários

Leia também

Política
STF forma maioria para confirma decisão de Zanin que suspendeu liminar contra desoneração

STF forma maioria para confirma decisão de Zanin que suspendeu liminar contra desoneração

Prazo dado por Zanin foi para a efetivação de acordo entre governo e Congresso sobre...
Política
“O PT promete muito, mas não entrega o prometido”, diz João Roma

“O PT promete muito, mas não entrega o prometido”, diz João Roma

Roma mencionou a falta de cumprimento das promessas feitas durante as campanhas eleitorais....
Política
CCJ da Câmara adia votação de PEC que criminaliza qualquer quantidade de drogas

CCJ da Câmara adia votação de PEC que criminaliza qualquer quantidade de drogas

Governistas obstruíram e conseguiram segurar a votação na comissão. Análise deve ficar...