Bahia

Bahia estima safra recorde este ano, com 13 milhões de toneladas de grãos

Os números, sendo confirmados, representam o terceiro recorde seguido da safra de grãos na Bahia.

12/04/2023 06h20
Bahia estima safra recorde este ano, com 13 milhões de toneladas de grãos
Foto: Wenderson Araujo/Trilux

A safra 2022/23 de grãos vai atingir novo recorde na Bahia, com acréscimo de 7,7% na produção total. Os dados foram divulgados no boletim de estimativas da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), no final de março. Os números apontam para uma safra de 13 milhões de toneladas de grãos para a Bahia no período.

Os números, sendo confirmados, representam o terceiro recorde seguido da safra de grãos na Bahia. Em 2021, a agricultura do estado comemorou a chegada aos dois dígitos, com 10,5 milhões de toneladas; em 2022, novo recorde, 12 milhões de toneladas.      

“Crescemos de forma consistente no setor dos grãos. O nosso Oeste tem destaque nisso. A região se agiganta em organização e eficiência e precisamos voltar os olhos para esse case de sucesso para sabermos replicar boas práticas em outras áreas, pois buscamos incentivar todos os territórios da Bahia, na intuito de promover um crescimento mais homogêneo”, comentou Wallison Tum, titular da Secretaria da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura da Bahia (Seagri).

O secretário Tum ainda observou que “para que esse crescimento atinja outras áreas produtivas, agigantando ainda mais a Bahia, temos que continuar a incentivar quem já encontrou um caminho de desenvolvimento. Mas, também, precisamos integrar realidades, sempre vendo o agronegócio como um grande sistema ao qual, certamente, todos os territórios da Bahia podem ter acesso e participar”.

No tangente à soja, a área colhida está próxima aos 70% do total, neste momento. A área plantada aumenta neste ciclo, segundo dados da Conab, em 1,4% no estado, saltando de 1,893 milhão de hectares para 1,919 milhão de hectares. A produtividade sobe no mesmo patamar, 1,4%, resultado que se deve ao incremento de boas práticas agrícolas e aplicação de procedimentos e maquinários de última geração, em continuado progresso tecnológico. A produção cresce, segundo as expectativas, em 2,8%. Isso eleva a produção do ciclo 2022/23 para 7,488 milhões de toneladas. Em 2021/22, foram 7,283 milhões toneladas.

O algodão representa mais um destaque nos números fornecidos pela Conab. Com aumento de área plantada de 1,6%, o crescimento previsto em sua produtividade (9,3%) eleva as expectativas de sua produção no ciclo 2022/23 para 1.444 milhões de toneladas, apresentando elevação importante de 11%, em comparação com o ciclo anterior.

Quem também tem expectativa de crescimento de produção na casa dos dois dígitos é o feijão. A cultura, segundo a Conab, terá uma colheita elevada em 10% em comparação ao ciclo anterior, chegando às 312 mil de toneladas.

Outra cultura tradicional do estado que vem com boas expectativas, pelos números Conab, é o milho. No ciclo atual, a área plantada cresce 4,8%, sendo que produtividade e produção sobem acima dos dois dígitos, com 10,6% e 16%, respectivamente. A produção final está estimada em 3.913 milhões de toneladas para o período, contra 3.373 milhões de toneladas no anterior.

Por fim, um destaque para o sorgo, grão que que vem marcando sua importância no cenário agrícola da Bahia ano a ano. Para este ciclo, a Conab estima um aumento na produtividade de 21% e produção aumentada em 29%, possibilitando uma colheita estimada em 362 mil toneladas (no ciclo anterior foram 280 mil toneladas).

Comentários

Leia também

Bahia
Sétima morte por dengue é confirmada na Bahia; Feira de Santana está entre os municípios afetados

Sétima morte por dengue é confirmada na Bahia; Feira de Santana está entre os municípios afetados

Os óbitos foram registrados em Vitória da Conquista e Feira de Santana
Bahia
Bahia adere ao Dia D de mobilização nacional contra a dengue

Bahia adere ao Dia D de mobilização nacional contra a dengue

Iniciativa será realizada no próximo sábado (2)
Bahia
Cenário da dengue na Bahia é debatido em reunião no MP

Cenário da dengue na Bahia é debatido em reunião no MP

Em 2024, foram registrados quatro óbitos pela doença no estado.