Brasil

Auxílio Brasil é pago a beneficiários com NIS de final 4

É a quarta parcela com valor mínimo de R$ 600, que vigora até dezembro

22/11/2022 16h19
Auxílio Brasil é pago a beneficiários com NIS de final 4
FOTO: KEVIN DAVID

A Caixa Econômica Federal paga hoje (22) a parcela de novembro do Auxílio Brasil aos beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS) de final 4. Essa é a quarta parcela com o valor mínimo de R$ 600, que vigorará até dezembro, conforme emenda constitucional promulgada em julho pelo Congresso Nacional.

A menos que nova proposta de emenda à Constituição (PEC) seja aprovada, o valor mínimo do Auxílio Brasil voltará a R$ 400 em janeiro. No último dia 16, o vice-presidente eleito, Geraldo Alckmin, entregou uma PEC ao Congresso prevendo uma exceção de R$ 175 bilhões no teto federal de gastos que permite a manutenção do valor em R$ 600 e o pagamento de R$ 150 extras a famílias com crianças de até 6 anos. O programa voltará a se chamar Bolsa Família.

A emenda constitucional aprovada em julho liberou a inclusão de 2,2 milhões de famílias no Auxílio Brasil. Com isso, o total de beneficiários atendidos pelo programa subiu para 20,2 milhões neste semestre. Tradicionalmente, as datas do Auxílio Brasil seguem o modelo do Bolsa Família, que pagava nos dez últimos dias úteis do mês.

O beneficiário poderá consultar informações sobre as datas de pagamento, o valor do benefício e a composição das parcelas em dois aplicativos: Auxílio Brasil, desenvolvido para o programa social, e Caixa Tem, usado para acompanhar as contas poupança digitais do banco.

*Agência Brasil

Comentários

Leia também

Brasil
Petrobras anuncia nova redução nos preços da gasolina e do diesel

Petrobras anuncia nova redução nos preços da gasolina e do diesel

Preço médio de venda da gasolina passará de R$ 3,28 para R$ 3,08 por litro
Brasil
Covid-19: agência reguladora britânica autoriza vacina para crianças de 6 meses a 4 anos
Brasil
INSS alerta governo que deve paralisar atividades nesta quarta-feira (7)

INSS alerta governo que deve paralisar atividades nesta quarta-feira (7)

Instituto teme o fechamento de agências, suspensão de perícias, atrasos em pagamentos...