Educação

Através de ensaios científicos, estudantes propõem ideias inovadoras para Feira de Santana

As apresentações do ensaios científicos compõem o Intergiro, tradicional ação que a JPI realiza do 6º ao 9º ano.

18/11/2022 16h36
Através de ensaios científicos, estudantes propõem ideias inovadoras para Feira de Santana
Foto: ASCOM

Estudantes do 9º ano debatarem pautas relacionadas ao município de Feira de Santana e propuseram soluções através de ensaios científicos, prévias do que encontrarão na faculdade ao se depararem com produção acadêmica e TCC (Trabalho de Conclusão de Curso).

Um dos temas abordados nas apresentações dos ensaios foi ‘Ambientes Escolares: Potenciais Influenciadores na Saúde Mental dos Jovens em Feira de Santana no Últimos 20 Anos’, assunto abordado por Arthur Braga, Gustavo Rebouças, Maria Clara Almeida, Pedro Cândido de Lima e Rafael Mascarenhas, que foram orientados pelo professor Ricardo Menezes.

“A Lei 13.935, de 11 de dezembro de 2019, torna obrigatória ‘a prestação de serviços de psicologia e de serviço social nas redes públicas de educação básica’, mas entendemos que no Brasil existem falhas na aplicação das leis e que a educação raramente é posta de fato como prioridade pelos governos. Temos como proposta a realização de Parceria Público-Privada (PPP) entre governo do município e faculdades que ofertem cursos de psicologia e serviço social”, disse a líder do grupo, Maria Clara Almeida, durante apresentação realizada na tarde de 25 de outubro.

As apresentações do ensaios científicos compõem o Intergiro, tradicional ação que a JPI realiza do 6º ao 9º ano. “Nossa escola é pioneira em realizar o ensaio científico no Fundamental II. Intergiro é conhecimento se movimentando na nossa instituição, é movimento do conhecer. Estudantes do 6º ano convidaram os do 5º para acompanharem suas apresentações, os do 7º convidaram os do 6º e assim sucessivamente”, comemorou a diretora, além de agradecer às famílias pelas presenças no Intergiro.

Mãe de Maria Clara Almeida, professora Magaly Almeida acompanhou a apresentação do grupo da estudante. “Valido essa iniciativa tão arrojada que une maestria na arte de educar e trabalhar saberes através da aprendizagem significativa, que marca a comunidade feirense, contribuindo para formar cidadãos conscientes e reflexivos”, declarou.


A doutora em Enfermagem pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), Aisiane Moraes, integrou a banca avaliadora do trabalho sobre saúde mental e parabenizou à equipe, pela qualidade do trabalho, e à JPI, por proporcionar o momento de ciência e pesquisa.

Também compondo a banca, a psicóloga Luana Braz, que possui formação específica voltada ao atendimento de crianças e adolescentes, pontuou que escolas são espaços também para o estudante se relacionar, conviver e aprender a lidar com frustrações.

Comentários

Leia também

Educação
MEC alerta para golpes e ressalta que inscrição no Prouni é gratuita

MEC alerta para golpes e ressalta que inscrição no Prouni é gratuita

Site falso retirado do ar cobrava taxa ilegal de inscritos
Educação
SEC convoca mais 172 professores aprovados em processo seletivo

SEC convoca mais 172 professores aprovados em processo seletivo

Novidade consta no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta-feira (24)
Educação
Escola Nilton Bellas Vieira é entregue após ser reconstruída

Escola Nilton Bellas Vieira é entregue após ser reconstruída

Agora, a capacidade é para atender 550 alunos.