Política

Atlas/Intel: Jerônimo vira e abre vantagem contra ACM Neto na intenção de votos; confira

Pesquisa foi divulgada nesta quinta-feira (29)

29/09/2022 10h13
Atlas/Intel: Jerônimo vira e abre vantagem contra ACM Neto na intenção de votos; confira
Foto: Reprodução Redes Sociais

Uma nova rodada da pesquisa da Atlas/Intel para o governo da Bahia, contratada pela CNN e divulgada nesta quinta-feira (29) mostra, pela primeira vez, Jerônimo Rodrigues (PT) à frente de ACM Neto (União Brasil). De acordo com o levantamento, o petista aparece com 48,3% das intenções de votos válidos contra 40,4% do ex-prefeito de Salvador.

Em terceiro lugar, aparece João Roma (PL), com 7,3% das intenções de voto. Roma registrou uma queda: na pesquisa desta semana, o candidato bolsonarista apareceu com 9,9%. Foi a primeira pesquisa publicada após o debate que aconteceu na TV Bahia, o último antes do primeiro turno. Kleber Rosa, do PSOL, apareceu com 1,4% dos votos válidos.

Os candidatos Giovani Damico (PCB) e Marcelo Millet (PCO) não pontuaram no levantamento.

Na comparação com a pesquisa anterior, publicada na última terça-feira (27), Jerônimo Rodrigues continuou a tendência de crescimento. As duas pesquisas publicadas nesta semana mostraram o crescimento de Jerônimo, que no levantamento divulgado na última quinta (22), tinha 44,5% das intenções de voto, e a queda de ACM Neto que tinha 40,5%.

A pesquisa está registrada no TSE sob o código BA-02173/2022 e tem margem de erro de 2,5% para mais ou menos. O levantamento entrevistou 1600 pessoas entre os dias 24 e 29 de setembro.

Comentários

Leia também

Política
Lídice da Mata é escolhida nova vice-líder do Governo na Câmara

Lídice da Mata é escolhida nova vice-líder do Governo na Câmara

Escolha da parlamentar baiana se deu pela boa relação que possui com o presidente Lula...
Política
Governo adia por três meses portaria sobre trabalho aos feriados

Governo adia por três meses portaria sobre trabalho aos feriados

Ministério do Trabalho e setores não chegaram a acordo
Política
Comissão aprova imunidade tributária para entidades religiosas

Comissão aprova imunidade tributária para entidades religiosas

Benefício valerá também para partidos políticos e sindicatos