Bahia

Após quase 60 anos, ferrovia Bahia-Minas é reconstruída com investimento de R$ 12 bilhões

A ferrovia parte de Caravelas a Araçuaí, no Vale do Jequitinhonha, e tem previsão de 2 anos para ficar pronta

09/02/2023 12h15
Após quase 60 anos, ferrovia Bahia-Minas é reconstruída com investimento de R$ 12 bilhões
Foto: Reprodução

O sul da Bahia e o nordeste de Minas Gerais voltarão a ser ligados por uma estrada de ferro depois de 57 anos. Na última terça-feira (7), o Diário Oficial da União publicou a autorização para que fosse construída a ferrovia Bahia-Minas, destinada ao transporte de cargas e turismo, que parte de Caravelas a Araçuaí, no Vale do Jequitinhonha. O modal será comandado pela empresa MTC – Multimodal Caravelas por 98 anos, segundo deliberação feita pela Agência Nacional de Transportes (ANTT).

Para a construção da ferrovia, que levará cerca de dois anos, estão previstos investimentos estimados em R$ 12 bilhões. Depois de pronta, ela pode beneficiar as cidades de Teixeira de Freitas e Caravelas, na Bahia, e Araçuaí, Novo Cruzeiro, Teófilo Otoni, Carlos Chagas, Nanuque, Aimorés, Argolo, Posto da Mata, em Minas Gerais. 

“A celebração do contrato de adesão é o nosso ponto de partida. Temos o prazo de 30 dias para assinar este contrato com o Ministério de Infraestrutura Brasileira de Transportes. A partir daí, podemos iniciar os projetos de engenharia e de licenciamento ambiental pertinentes à construção da ferrovia”, informou Fernando Cabral, diretor da MTC.

A estrada terá uma extensão de 578 quilômetros, com a possibilidade de implementação de ramais para acesso à Teixeira de Freitas e à fábrica da Suzano, na cidade de Mucuri. 

Em 1966, a estrada de ferro que partia de Ponta de Areia, distrito de Caravelas, e ligava Bahia a Minas foi desativada por não garantir mais o lucro esperado no transporte de madeira e café. Atualmente, além da sobrecarga atual do sistema rodoviário, uma das principais justificativas para a construção da nova ferrovia é a possibilidade de redução dos custos de transporte de produtos, que pode chegar a 30%. 

*Metro 1

Comentários

Leia também

Bahia
Desenbahia assina primeiro contrato de financiamento de carro elétrico para taxistas

Desenbahia assina primeiro contrato de financiamento de carro elétrico para taxistas

Com as recentes modificações no programa, é possível financiar carros elétricos novos....
Bahia
Bahia realiza, em 2024, 499 doações de órgãos, representando um aumento de 24%

Bahia realiza, em 2024, 499 doações de órgãos, representando um aumento de 24%

Em junho deste ano, a Bahia realizou o primeiro primeiro transplante de pele do interior,...
Bahia
Mortes violentas têm redução de 13% no primeiro semestre na Bahia

Mortes violentas têm redução de 13% no primeiro semestre na Bahia

Os dados foram apresentados pelas Forcas da Segurança Pública, na manhã desta quarta-feira...