Política

Após denúncias, Michelle Bolsonaro vira alvo de ação por suposto envolvimento com corrupção

Além disso, a ex-primeira-dama também virou alvo de ações por conta de supostos assédios morais e apropriação indébita

05/02/2023 06h41
Após denúncias, Michelle Bolsonaro vira alvo de ação por suposto envolvimento com corrupção
Foto: Reprdoução/Instagram (@michellebolsonaro)

O senador Humberto Costa (PT), neste sábado (4), comunicou através de suas redes sociais que irá mover ações contra a ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro por ela supostamente ter se envolvido em um esquema de corrupção e praticado assédio moral, assim como apropriação indébita.

As denúncias à respeito de Michelle foram divulgadas por meio de uma matéria do portal Metrópoles, onde são expostas situações em que a ex-primeira-dama supostamente se envolveu.

Entre as denúncias, é citada a participação de Michelle em um esquema de rachadinha e casos de assédio contra servidores do Palácio do Planalto.

“Após as graves denúncias apresentadas pelo Metrópoles – que ligam Michelle Bolsonaro a série de crimes como prática de ‘rachadinha’, assédio moral e corrupção – decidi entrar com uma série de representações nos órgãos competentes para a apuração dos fatos. Vou solicitar ao Ministério Público Federal (MPF) e a Polícia Federal (PF) que apurem os possíveis crimes de apropriação indébita, corrupção e atos de improbidade administrativa cometidos pela ex-primeira-dama”, escreveu Humberto Costa.

“Vamos acionar também o Ministério Público do Trabalho (MPT) para apuração de responsabilidades em virtude dos maus tratos aos funcionários terceirizados que prestavam serviços no Palácio da Alvorada e vamos pedir para Controladoria-Geral da União (CGU) que apure as responsabilidades funcionais e administrativas dos servidores envolvidos.”

Além disso, o parlamentar afirmou que solicitará ao Tribunal de Contas da União (TCU) a apuração voltadas a possíveis desvios de recursos públicos e danos ao patrimônio público de forma geral.

*Metro 1

Comentários

Leia também

Política
STF mantém prisão de cinco investigados no caso “Abin Paralela”

STF mantém prisão de cinco investigados no caso “Abin Paralela”

Operação foi deflagrada nesta quinta-feira
Política
PEC que perdoa dívidas de partidos políticos é aprovada na Câmara

PEC que perdoa dívidas de partidos políticos é aprovada na Câmara

Segundo estimativa da ONG da Transparência Partidária, o montante total das multas pode...
Política
“Temos que tirar Feira do isolamento, especialmente interno”, afirma Zé Neto

“Temos que tirar Feira do isolamento, especialmente interno”, afirma Zé Neto

Confrontado com críticas sobre as alianças com o estado e a União, que, segundo adversários,...