Brasil

Após cinco dias de paralisação, pilotos e comissários encerram greve nos aeroportos

A greve vinha sendo realizada diariamente desde a última segunda-feira (19)

26/12/2022 07h37
Após cinco dias de paralisação, pilotos e comissários encerram greve nos aeroportos
Foto: Agência Brasil

Os pilotos e comissários de empresas aéreas aprovaram a proposta de reajuste salarial e encerraram a greve que durou cinco dias e paralisou voos na semana que antecedeu o Natal. A proposta, que prevê reajuste de 6,97% sobre salários e benefícios, foi aceita por 70% da categoria.

No fim da noite da última sexta (23), os aeronautas haviam decidido suspender a paralisação durante este fim de semana para que a categoria pudesse votar a nova proposta feita pelas companhias aéreas.

A greve vinha sendo realizada diariamente desde a última segunda-feira (19), sempre das 6h às 8h. Quem aderiu ao movimento se apresentava para trabalhar, mas não fazia a decolagem.

“Eu queria realmente agradecer a todos que estiveram conosco nos aeroportos, que estiveram conosco paralisando os voos, isso fez toda a diferença”, disse neste domingo (25) o presidente o SNA (Sindicato Nacional dos Aeronautas), Henrique Hacklaender, na transmissão em vídeo que anunciou o resultado. “Conseguimos fazer uma renovação, trazer melhorias financeiras, melhorias na parte social, algo que já não se via havia algum tempo.”

A votação divulgada neste domingo analisou a terceira proposta feita aos pilotos, copilotos e comissários. As empresas ofereceram um reajuste de 6,97% –considerando inflação pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) mais 1%– sobre todas as cláusulas econômicas, como salários fixos e variáveis, diárias nacionais (diárias internacionais não entram no reajuste), vale-alimentação, piso salarial, seguro, entre outros.

A proposta também requer folgas com horários definidos publicadas em escala –mudanças, dependendo da situação e do tempo de antecedência de aviso, podem gerar multas de R$ 500.

Nos cinco dias, a paralisação ocorreu nos aeroportos de Congonhas (São Paulo), Guarulhos (SP), Galeão, Santos Dumont (ambos no Rio), Viracopos (Campinas), Porto Alegre, Fortaleza, Brasília e Confins (Grande Belo Horizonte).

Segundo o SNA, foi a paralisação mais longa na história da categoria.

“Essa proposta pode não parecer o melhor dos mundos, e não é. O melhor dos mundos é a gente se sentar a uma mesa de negociação com respeito da outra [parte], e não é o que acontece”, disse a diretora de administração e finanças do SNA, Lília Cavalcanti.

*Bahia Notícias

Comentários

Leia também

Brasil
Senado aprova isenção de Imposto de Renda para quem ganha até dois salários mínimos

Senado aprova isenção de Imposto de Renda para quem ganha até dois salários mínimos

O texto segue para sanção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT)
Brasil
Davi confirma favoritismo e se torna grande campeão do BBB 24

Davi confirma favoritismo e se torna grande campeão do BBB 24

Baiano recebeu 60,52% da média dos votos. Matteus e Isabelle ficaram em 2º e 3º lugar,...