Polícia

Após assassinatos de policiais militares, nove suspeitos são mortos em confrontos

Os PMs afirmam também terem encontrado munições, armas e drogas com os suspeitos.

15/05/2022 07h32
Após assassinatos de policiais militares, nove suspeitos são mortos em confrontos

Após os assassinatos de três policiais militares no último fim de semana (7 e 8), a Polícia Civil registrou nove mortes e uma prisão de suspeitos de envolvimento no caso. As informações são do portal g1.

Apenas na segunda-feira (9), um dia depois da morte dos dois PMs que retornavam do enterro de um colega, três suspeitos foram mortos em ações distintas realizadas pela polícia.

A primeira morte ocorreu na localidade da Independência, na Boca da Mata. Na ocasião, um homem foi atingido e levado para o Hospital Eládio Lassere, onde não resistiu. Um outro suspeito foi preso.

Em seguida, na tarde do mesmo dia, um outro suspeito morreu em Fazenda Grande I. A polícia afirma que ele estava com uma arma em punho. Ainda na noite de segunda-feira, um outro suspeito foi baleado, também no bairro de Boca da Mata.

Três outras mortes ocorreram na quarta-feira (11). A primeira ainda de madrugada, em um confronto em Águas Claras. E mais dois foram atingidos no bairro de Nova Brasília.

Por fim, na manhã da última sexta-feira (13), polícia afirmam terem trocado tiros com homns na localidade de Vila Verde. Nessa ocasião, mais três foram baleados e não resistiram aos ferimentos.

Os PMs afirmam também terem encontrado munições, armas e drogas com os suspeitos.

Comentários

Leia também

Polícia
Homem é morto a tiros na Gabriela

Homem é morto a tiros na Gabriela

O corpo segue sem identificação.
Polícia
Polícia apreende 35 kg de cocaína dentro de ônibus em Feira 

Polícia apreende 35 kg de cocaína dentro de ônibus em Feira 

De acordo com a DTE, a cocaína encontrada é pura e seria utilizada para mistura.
Polícia
Polícia Civil registra três homicídios em Feira

Polícia Civil registra três homicídios em Feira

A Polícia Civil registrou três homicídios em Feira de Santana nas últimas horas. Já...