Saúde

Acidentes domésticos podem aumentar durante as férias escolares

Pais devem reforçar as medidas de proteção em casa

03/01/2023 07h41
Acidentes domésticos podem aumentar durante as férias escolares
Foto: ACM

Durante as férias escolares, pais e cuidadores devem reforçar os cuidados em casa para evitar acidentes domésticos envolvendo crianças – situação é comum neste período. Em Feira de Santana, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) atendeu mais de 229 ocorrências com pacientes pediátricos, entre janeiro e dezembro deste ano.

As quedas e as queimaduras por choque elétrico ou alimentos quentes são os mais frequentes. Porém, o consumo de materiais de limpeza ou venenos misturados no alimento para eliminar ratos também configura um risco para o público infantil.

Os afogamentos são outra preocupação. A coordenadora do SAMU, Maiza Macedo, orienta aos pais com piscina na residência ou no condomínio que invistam em aulas de natação com o objetivo de evitar afogamentos. Ela destaca ainda que a vigilância também deve ser mantida nas praias e mares durante o verão.

“Os acidentes representam um grande problema de saúde pública. É necessário um tratamento específico, hospitalização e muitas vezes um tratamento a longo prazo. As crianças que sofrem acabam apresentando um quadro clínico que pode ter uma sequela temporária, permanente ou até levar à morte”, alerta Maiza Macedo.

Entre os ambientes que trazem mais riscos de acidentes nas casas estão os jardins, piscinas, escadas, locais com tomada e ambientes abertos que a criança pode correr e se machucar.

Para a coordenadora-geral das policlínicas municipais, Vera Galindo, proteção e supervisão nunca são demais. Ela pede que os pais fiquem em alerta, pois nesta época do ano muitas crianças dão entrada nas unidades devido a esses tipos de ocorrência.

“Até os cinco anos, as lesões e traumas acontecem com maior frequência no público infantil. Isso se deve ao fato que os pequenos não têm conhecimento dos perigos. É importante que nós, os adultos, fiquemos vigilantes para adotar as medidas de prevenção”, destacou.

A depender da gravidade do acidente é essencial levar a criança a um pronto-socorro ou acionar o SAMU pelo número 192.

Comentários

Leia também

Saúde
Especialista explica a importância da atividade física como uma aliada para combater a disfunção erétil

Especialista explica a importância da atividade física como uma aliada para combater a disfunção erétil

A pratica da atividade física também está ligada a qualidade das relações sexuais,...
Saúde
Metástase cerebral: entenda o que causou a morte da jornalista Gloria Maria
Saúde
Psicóloga fala sobre a importância de cuidados constante com a saúde mental

Psicóloga fala sobre a importância de cuidados constante com a saúde mental

"Muitas vezes o sofrimento emocional não é necessariamente uma doença que está instituída,...