Economia

13º salário deve injetar R$ 249,6 bilhões na economia, segundo Dieese

Primeira metade do benefício deve ser paga até esta quarta-feira (30); 50% restante é quitado até 20 de dezembro

30/11/2022 17h29
13º salário deve injetar R$ 249,6 bilhões na economia, segundo Dieese
Foto: José Cruz/Agência Brasil

O pagamento do 13º salário deve injetar R$ 149,6 bilhões na economia de acordo com levantamento do Dieese. O valor corresponde ao pagamento de 85,5 milhões de trabalhadores, com rendimento médio de R$ 2.672. O estudo tem como base informações do IBGE, do Ministério do Trabalho e Previdência e da Secretaria do Tesouro Nacional. A primeira metade do benefício deve ser quitada pelas empresas até esta quarta-feira (30). O restante é pago até 20 de dezembro.

Do montante a ser movimentado com 13º, por volta de R$ 167,6 bilhões (66,9% do total) irão para os empregados formais. Outros 33,1% – ou R$ 83 bilhões – serão pagos aos aposentados e pensionistas.

Na distribuição regional, 49% do bolo (R$ 122,1 bilhões) do benefício se destinará ao Sudeste. O Nordeste tem uma fatia de 20,6% (R$ 51,29 bilhões). O maior valor médio para o 13º é o do Distrito Federal (R$ 4.711) e o menor, no Maranhão e Piauí (R$ 1.818 e R$ 1.867, respectivamente).

*Bahia.ba

Comentários

Leia também

Economia
Governo central tem superávit primário de R$ 54 bilhões em 2022

Governo central tem superávit primário de R$ 54 bilhões em 2022

Foi a primeira vez, desde 2013, que Tesouro Nacional, Previdência e Banco Central somados...
Economia
Cerca de 40% das negociações salariais não cobriram a inflação em 2022
Economia
INSS regulamenta procedimentos que servirão como prova de vida

INSS regulamenta procedimentos que servirão como prova de vida

A partir deste ano, caberá ao órgão comprovar situação do beneficiário