Economia

1/3 dos brasileiros já foi alvo de tentativa de golpe bancário, indica Febraban

O índice é mais de 10% maior em comparação ao início da série histórica de pesquisas

07/03/2023 16h38
1/3 dos brasileiros já foi alvo de tentativa de golpe bancário, indica Febraban
Foto: Marcello Casal/Agência Brasil

O golpe bancário tem se tornado um problema frequente para os brasileiros no últimos anos. 33% da população do país afirma já ter sido vítima ou alvo de tentativas de desfalques, segundo a pesquisa RADAR Febraban, realizada pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban), em parceria com Instituto de Planejamento Estratégico (Ibespe), divulgada nesta segunda-feira (6).

Das cerca de 2 mil pessoas ouvidas pelo levantamento, entre 4 e 14 de fevereiro de 2023, 31% dizem já terem sido alvos de golpe pelo menos uma vez. O índice cresceu em comparação ao início da série histórica de pesquisas, que começou a ser realizada em setembro de 2021. À época, o número era de 21%.

A fraude bancária acontece quando alguém, fazendo uso indevido da identidade de outra pessoa, realiza abertura de contas com outro CPF e emite cartões sem autorização. Os dados também podem ser roubados através de links, páginas falsas, ligações telefônicas, mensagens e redes sociais.

“Os praticantes de golpes, infelizmente, são espertos e se adaptam às novas tecnologias. O uso do WhatsApp para cometer o crime é o segundo meio mais comum. Entretanto, o topo da lista segue pertencente à clonagem do cartão de crédito. Trata-se de um golpe antigo, o que faz com que a realização de campanhas de prevenção seja fundamental”, explica o sociólogo e cientista político Antônio Lavareda, presidente do Conselho Científico do IPESPE.

48% dos entrevistados citaram a clonagem do cartão de crédito ou a troca de cartões. A lista segue com os criminosos se passando por conhecidos para pedir dinheiro pelo WhatsApp (26%), a solicitação de dados por meio de suposta central telefônica (25%) e o golpe do leilão ou da loja virtual falsa (7%).

O estudo foi feito com um público representativo da população adulta brasileira acima de 18 anos de todas as regiões do país, com cotas de sexo, de idade, de localidade, de instrução e de renda. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos.

*Metro 1

Comentários

Leia também

Economia
Desenrola Brasil tem prazo de adesão prorrogado por mais 60 dias

Desenrola Brasil tem prazo de adesão prorrogado por mais 60 dias

Nova prorrogação foi aprovada pelo Congresso
Economia
Prazo para renegociar dívidas do Desenrola Brasil termina nesta segunda-feira

Prazo para renegociar dívidas do Desenrola Brasil termina nesta segunda-feira

Etapa inclui dívidas vencidas entre janeiro de 2019 e dezembro de 2022
Economia
Taxa de desemprego fica em 7,9%; índice é o menor em 10 anos

Taxa de desemprego fica em 7,9%; índice é o menor em 10 anos

Desocupação trimestral recua em 21 estados e no Distrito Federal