Programa De Olho na Cidade

11/06/2019 - 16:25

Reunião de Maia com governadores é marcada por apelo por reforma

Política
Reunião de Maia com governadores é marcada por apelo por reforma
O encontro entre governadores e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), foi marcado pela tensão entre os chefes de Executivo estadual. Porém o destaque acabou sendo o apelo por apoio para que os governadores participem da articulação para aprovação da reforma da Previdência, feito por Maia. Além dele, o relator do projeto na Câmara, Samuel Moreira (PSDB-SP), também participou do encontro nesta terça-feira (11) em Brasília (DF).
 
De acordo com relatos dos presentes, Maia relatou que o governo não tem dado condições para que a reforma da Previdência passe sem percalços pela Câmara, mas que há um esforço das lideranças para que a matéria seja votada o quanto antes. A iniciativa de procurar apoio dos governadores, inclusive, teria acontecido por iniciativa do Legislativo e não do Palácio do Planalto. O apelo é para que os chefes estaduais apresentem as demandas para que a negociação prossiga entre os líderes do Congresso.
 
Após o encontro, Samuel Moreira deve tentar costurar um relatório que contemple também as demandas dos governadores, o que pode viabilizar a aprovação da reforma. No entanto, não teriam sido definidos prazos ou condições para que os pedidos dos governadores fossem atendidos.
 
RUI X DÓRIA
 
Com um clima tenso, houve um embate público entre o governador da Bahia, Rui Costa, e o de São Paulo, João Dória. Durante a reunião, Dória teria se portado como uma espécie de “coordenador” do encontro e acabou repreendido pelo baiano, que defendeu a paridade entre os governadores.
 
Os dois chefes de Executivo são apontados como potenciais candidatos ao Palácio do Planalto em 2022 e têm apresentado posições públicas firmes na defesa dos interesses de Bahia e São Paulo. Porém a tensão também é resultado do posicionamento político dos dois: ambos estão em espectros diametralmente opostos.
 
As informações são do Bahia Notícias.


Comentários

Leia também