Programa De Olho na Cidade

BAHIA AQUI ? TRABALHO
31/05/2019 - 16:50

De janeiro a maio deste ano, HGCA atendeu 850 vítimas de acidente de moto

Dados foram apresentados durante encerramento da campanha Maio Amarelo em Feira de Santana. Número é superior a capacidade diária de atendimento na unidade.
Maio Amarelo
De janeiro a maio deste ano, HGCA atendeu 850 vítimas de acidente de moto
O diretor do HGCA, José Carlos Pitangueira, durante palestra sobre educação no trânsito (Foto: Taiuri Reis)
Taiuri Reis
 
O Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) em Feira de Santana atendeu 850 vítimas de acidentes com motocicleta nos primeiros cinco meses deste ano. Os dados foram apresentados na manhã desta sexta-feira (31) pelo diretor geral da unidade, José Carlos Pitangueira, durante o encerramento da campanha Maio Amarelo que aconteceu na praça do CEU, no bairro Cidade Nova.
 
 
A média de 170 pacientes atendidos por mês na emergência neste período é superior a capacidade diária, que é 112. Para o superintendente de Trânsito, Maurício Carvalho, muitos condutores ainda não compreenderam que no trânsito, o sentido é a vida e não a morte.
 
Foto: Taiuri Reis/De Olho na Cidade
 
"75% dos acidentes com vítimas em Feira envolve motocicleta, ocupando 60% dos leitos do Clériston. Não estamos aqui para condenar ninguém, mas sim para previnir porque esses acidentes poderiam ser evitados", alertou o superintendente ao De Olho na Cidade (Sociedade News 102,1 FM).
 
Foto: Taiuri Reis/De Olho na Cidade
 
Na opinião do presidente da Associação dos Motociclistas (AMO), Luiz Santana, o que falta é uma campanha educativa específica voltada para condutores de duas rodas.
 
Foto: Taiuri Reis/De Olho na Cidade
 
"Os acidentes relacionados com motos é grande, mas o discurso é feito após o fato acontecer. É como se o CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia) fiscalizasse um prédio já pronto. Precisamos trabalhar mais na formação do condutor, com campanhas educativas específicas para a categoria e isso não tem sido feito", afirmou.

Comentários