Programa De Olho na Cidade

15/04/2019 - 17:16

Em Feira, ex-ministro diz que Bolsonaro quer destruir a Previdência Social

Feira de Santana
Em Feira, ex-ministro diz que Bolsonaro quer destruir a Previdência Social
Rossetto (centro) participou de audiência pública sobre Reforma da Previdência em Feira. Foto: Kleiton Costa

Kleiton Costa

O ex-ministro do Trabalho e da Previdência Social, Miguel Rossetto, esteve na tarde desta segunda (15) em uma audiência pública no auditório da Associação Comercial de Feira de Santana (ACEFS). Ele foi o convidado de um debate sobre a Reforma da Previdência, evento promovido pelo deputado estadual Robinson Almeida (PT) e deputado José Neto, ambos do PT.

Rossetto considera que a proposta de reforma do governo Bolsonaro vai destruir a Previdência Social. “Esse projeto não é uma reforma. É um projeto de destruição da previdência pública. Eles querem acabar com o INSS e construí um regime de capitalização privado sem garantia do governo”.

Rosseto classifica a proposta de reforma como cruel, que reduz para R$ 400 os primeiros pagamentos do BPC (Benefício de Prestação Continuada), impõem pelo menos 20 anos de contribuição para os trabalhadores rurais e 40 anos para os trabalhadores em geral.

O ex-ministro acredita que as dificuldades de orçamento da Previdência Social podem ser resolvidos com maior fiscalização às empresas que sonegam a contribuição ao INSS e com  a retomada do crescimento econômico.

“Estamos há quatro anos sem crescimento econômico. São mais de quatro milhões de posts de trabalho perdidos. Isso é o que ‘desfinancia’ a Previdência. A arrecadação pública cai”, disse Miguel Rossetto.

O ex-ministro foi titular da pasta do Trabalho e da Previdência Social entre 2015 e 2016, no segundo governo de Dilma Roussef (PT).

Comentários

Leia também