Programa De Olho na Cidade

GOVERNO - NOTA PREMIADA - 02
15/03/2019 - 10:57

Não haverá rebelião no grupo, diz Lázaro sobre candidatura à prefeito de Feira de Santana

Ex-deputado federal oficializou ingresso no Partido da República (PR) na noite de ontem (14). Ato contou com a presença do ex-senador Magno Malta (ES).
Política
Não haverá rebelião no grupo, diz Lázaro sobre candidatura à prefeito de Feira de Santana
O ex-deputado federal Irmão Lázaro durante cerimônia que oficializou sua filiação ao PR (Foto: Taiuri Reis)
Taiuri Reis e Gabriel Dallas
 
O ex-deputado federal Irmão Lázaro, 52 anos, oficializou na noite de ontem (14) a troca do PSC pelo Partido da República (PR). O ato, que aconteceu no Hotel Ibis, contou com a presença de membros da executiva nacional do partido, como o ex-senador Magno Malta (ES).
 
Ao justificar a escolha pela nova sigla, Lázaro demonstrou mais uma vez a intenção de se lançar candidato à prefeito de Feira de Santana, cidade onde obteve 94 mil dos 1 milhão 830 mil votos para o Senado na última eleição.
 
 
"Temos fidelidade ao grupo e respeito ao prefeito Colbert Martins (MDB). Se o grupo aceitar meu nome, que já está à disposição, vamos enfrentar esse desafio. Mas posso assegurar que não haverá 'rebelião' no grupo", afirmou o cantor gospel ao De Olho na Cidade (Sociedade News 102,1 FM).
 
No que depender do ex-senador Magno Malta, principal articulador da migração, Lázaro será candidato à prefeito de Feira ou de Salvador.
 
Foto: Taiuri Reis/De Olho na Cidade
 
"Eu não sei qual o plano de Deus na vida dele, mas onde ele colocá-lo terá meu apoio. Porque não adianta atropelar e fazer as coisas por vaidade ou interesse pessoal, e isso ele já provou que não tem!", assegurou.
 
Coube ao presidente estadual do PR, José Carlos Araújo, reforçar a ideia: "É um político de 'peso', um 'senhor político'. É o nome para ser candidato à prefeito aqui ou lá", disse Araújo referindo-se à Lázaro.
 
Entre os presentes na solenidade estavam o prefeito Colbert Martins; ex-prefeito José Ronaldo (DEM); presidente municipal do PSD e ex-deputado federal Fernando Torres, e a presidente do PR Mulher na Bahia, Kátia Bacelar.

Comentários

Leia também