Programa De Olho na Cidade

14/03/2019 - 17:19

Colbert manda cortar ponto de professores que estão em greve

Prefeito propôs reajuste de 4,17%, mas categoria segue irredutível. Paralisação por tempo indeterminado foi deflagrada na última segunda-feira (11).
Feira de Santana
Colbert manda cortar ponto de professores que estão em greve
O prefeito Colbert Martins (MDB) mandou suspender salários de professores grevistas (Foto: Carlos Augusto)
Taiuri Reis
 
O prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins (MDB), revelou ao De Olho na Cidade na manhã desta quinta-feira (14), que mandou descontar da folha de pagamento os dias parados dos professores da rede municipal que estão em greve desde a última segunda-feira (11).
 
A categoria paralisou as atividades por tempo indeterminado até que o governo atenda a pauta de reivindicações que cobra, entre outros pontos, a reformulação do plano de carreira e o enquadramento da carga horária de 20 para 40 horas.
 
"Encaminhei uma proposta de reajuste de 4,17% para Câmara de Vereadores e determinei que os professores que não estão trabalhando tenham o ponto cortado. Pois, trata-se de uma greve política e isso nós não vamos aceitar!", afirmou o prefeito.

Comentários

Leia também