Programa De Olho na Cidade

10/07/2018 - 08:54

Médico confirma que jogadores russos inalaram amônia, mas nega doping

Esporte
Médico confirma que jogadores russos inalaram amônia, mas nega doping
Foto: Divulgação
Na reta final, a Copa do Mundo de 2018 ganhou os noticiários nos últimos dias por um assunto extracampo. Os jornais alemães "Süddeutsche Zeitung" e "Bild" publicaram imagens de atletas russos cheirando amônia nos jogos contra a Espanha e a Croácia.
 
Diante da polêmica, o médico da Seleção Russa, Eduardo Bezuglov se pronunciou e confirmou a inalação da substância. "É um simples amoníaco com o qual as pessoas molham o algodão e depois inalam. Vários atletas fazem isso para ganharem ânimo. Isso é usado há décadas", disse ao jornal "Sport Express".
 
Ainda segundo o profissional, a prática não pode ser considerada doping. "Você pode comprar amoníaco e algodão em qualquer farmácia. Isso não tem nada a ver com doping. Não é usado somente no esporte, mas na vida cotidiana das pessoas quando alguém perde a consciência ou se sente fraco", completou.
 
A inalação de amônia dilata os pulmões e a cavidade nasal, e aumenta o fluxo sanguíneo e a velocidade da vascularização cerebral.

Comentários

Leia também