Programa De Olho na Cidade

23/06/2018 - 08:50

Neymar deve entender que críticas fazem parte da vida pública

Jorge Biancchi

A seleção brasileira passou "perrengue" diante da Costa Rica, mas acabou vencendo por 2 a 0, já nos descontos do jogo, em São Petersburgo. Na coletiva de imprensa, o técnico Tite e os jogadores que foram para a entrevista, o Felipe Coutinho e o Gabriel de Jesus, enalteceram a alegria da equipe com o triunfo conquistado.

Já Neymar acabou subindo para o seu quarto e usou as redes sociais para passar uma resposta forte aos críticos, não nominados. Neymar disse: “Falar, papagaio fala...”, mostrando a sua indignação com as críticas que são feitas a ele. Neymar tem o apoio de colegas, que acham necessário proteger os nossos ídolos.

De um  lado, o discurso de calma, tranquilidade e evolução do time. Esse é o discurso do técnico Tite. De outro, tensão e revolta reprimida que se extravasou em choro e a preocupação do nosso maior jogador, Neymar, em responder às críticas.

Entendemos que a crítica faz parte da vida de uma pessoa pública. Neymar é um grande jogador, mundialmente conhecido, e não vem apresentando aquilo que toda torcida sabe que ele pode apresentar. Ninguém cobra algo que um cidadão não pode dar. Não pode-se exigir que “manga dê abacaxi”, porque é algo impossível.

Torcedores e imprensa estão exigindo do Neymar porque sabem que ele pode ir muito além do que vem apresentando. Cabe ao jogador ter serenidade, paciência, saber lidar com as críticas e tirar algo positivo de tudo isso. As críticas nem sempre são justas. Existem aquelas exageradas, pejorativas. Mas um homem sabe lidar com isso e dar a volta por cima. É isso que esperamos. Que Neymar assuma a sua condição de protagonista na seleção brasileira e que juntos aos demais jogadores possa levar o Brasil ao tão sonhado hexa campeonato.

Comentários

Leia também