Programa De Olho na Cidade

SECOM - BOTTON
08/03/2018 - 17:14

Violência contra a mulher: delegada diz que combate ainda é tímido

Março Mulher
Violência contra a mulher: delegada diz que combate ainda é tímido

Kleiton Costa

Apesar dos avanços no combate à violência doméstica, a estrutura de segurança para a defesa da mulher ainda é deficiente. Essa é a opinião da delegada Dorean Soares, uma das primeiras a chefiar a Delegacia da Mulher de Feira de Santana.

A violência contra a mulher foi um dos temos debatidos no programa De Olho na Cidade especial em homenagem ao Dia Internacional da Mulher.  

“As cidades médias não contam com delegacia, imagina as pequenas. A estrutura ainda é muito aquém da nossa necessidade e do tamanho da violência”, disse a delegada Dorean Soares.

A delegada defende que os assassinatos de mulheres deveriam ser investigados pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher e não na Delegacia de Homicídios, como acontece hoje. “O crime se torna mais um para ser apurado. Se as investigações fossem feitas na Delegacia da Mulher, o olhar seria outro, especializado”, acrescentou a delegada.


Delegada Dorean Soares, a segunda a assumir a Delegacia da Mulher de Feira de Santana.

Para Dorean, além de investimentos em equipamentos e órgãos de segurança, a sociedade precisa romper a cultura machista para o fim da violência contra a mulher. “Nós não somos objeto, mas o homem continua acreditando que é dono das mulheres. Por isso, estamos na quinta posição no mundo em relação aos assassinatos de mulheres”, lamentou a delegada.

Comentários

Leia também