Programa De Olho na Cidade

11/09/2017 - 17:30

Acolhido por Feira, ex-presidente do Flu revela paixão pelo time e pela cidade

Feira e sua História
Acolhido por Feira, ex-presidente do Flu revela paixão pelo time e pela cidade

Kleiton Costa

A cada dia, o empresário Balbino Santana colhe bons frutos pela opção que fez há 22 anos: morar em Feira de Santana. Natural de São Felipe, na Bahia, ele batalhou e viu crescer os seus negócios. Chegou a presidir o time do coração, o Fluminense de Feira, pelo qual não esconde uma grande paixão.

“Feira de Santana foi uma cidade que abriu os braços e me acolheu. Eu me sinto feirense. É uma cidade onde existem muitas oportunidades para aqueles que veem as coisas de forma empreendedora e que querem alcançar os objetivos”, disse o empresário.

Balbino começou na atividade empresarial com locação de veículos e, aos poucos, ampliou os negócios para a agropecuária com criação e abate de suínos.

Fluminense

Em meados dos anos 2000, Balbino presidiu o Fluminense de Feira de Santana e viu nessa missão uma oportunidade de retribuir à cidade tudo o que conquistou. “Na nossa gestão procuramos profissionalizar o trabalho. Tenho algumas frustrações por não ter tido a sorte de levar o Flu para o destaque que ele merece. O Fluminense é uma paixão. É um trabalho árduo, mas colhemos boas amizades”, contou Balbino.

Durante a gestão de Balbino, o time chegou à quinta colocação na Copa do Nordeste. O Touro do Sertão conquistou o vice campeonato no Baianão em 2002 e também participou na Copa do Brasil.

O ex-presidente ainda acompanha de perto o trabalho do Flu e torce por dias melhores. Ele espera que a direção do time busque novas estratégias, parcerias e que nunca desista da luta de elevar o Touro ao posto que os feirenses esperam.

Comentários

Leia também