Programa De Olho na Cidade

16/05/2017 - 16:26

Pais precisam insistir em alimentação saudável para crianças

Saúde
Pais precisam insistir em alimentação saudável para crianças
Nutricionista Jane Mascarenhas. Foto: Kleiton Costa

Kleiton Costa

A prática de uma alimentação saudável é algo cada vez mais difícil de se ver entre crianças e adolescentes. Por isso, a mudança de hábitos alimentares é tarefa complicada e exige paciência dos pais que estão preocupados com a saúde dos filhos.

Segundo a nutricionista Jane Mascarenhas, que atua em Feira de Santana, a resistência para se alimentar nos horários corretos e com os alimentos adequados é algo natural entre as crianças e os jovens.

“Toa criança tem isso. Ela enrola, chora... mas a mãe tem que insistir. Tem que ter feijão e verdura no prato. O importante é não desistir. Se os pais abrem mão, a criança come mal e se acostuma com isso”, explicou Jane. 

Em relação aos bebês, a nutricionista salienta a importância das verduras e frutas no período de introdução dos alimentos sólidos - a partir de seis meses.  “O ideal é o consumo de verduras a partir das papinhas. Quando a criança está começando a comer, tem que pegar no alimento, sentir a textura”.

No ambiente escolar a alimentação adequada é ainda mais difícil. “Chega uma época que criança quer comprar o lanche na cantina. Passa a ser ‘mico’ para a criança levar o lanche de casa”, disse Jane Mascarenhas, acrescentando que na adolescência os jovens buscam seguir o exemplo dos colegas na hora de escolher o lanche. “Eles querem fazer parte do grupo e comer o que o grupo leva”.

Segundo Jane, na maioria dos casos os hábitos alimentares dos jovens são formados a partir do que ele vê em casa. Por isso, “a prática de uma alimentação saudável deve envolver toda a família”. 

Comentários

Leia também