Programa De Olho na Cidade

03/04/2017 - 17:52

Projeto de iniciação musical foi a principal atração do Piquenique Cultural

Cultura
Projeto de iniciação musical foi a principal atração do Piquenique Cultural
Foto: Divulgação
O projeto feirense de iniciação musical para crianças, Maria, Escombone e o Violão Encantado, idealizado pela atriz e cantora Lorena Porto e pelo músico e jornalista Cid Fiuza, foi a principal atração do Piquenique Cultural realizado no último domingo (02/04/2017), no Nature Espaço, próximo ao distrito de Maria Quitéria (São José), em Feira de Santana.
 
Para os organizadores, a dupla encantou e levou o melhor da música brasileira para as crianças. “Hoje, conhecemos @mariaescombone e o Violão Encantado e ficamos apaixonados! Música linda, com uma estética bem cuidada e nos convidando a desacelerar para apreciar. Escolas de Feira de Santana, Salvador e região, as crianças merecem acessar músicas de qualidade. Vida longa!”, destacou a educadora Gabriela Azevedo.
 
Maria, Escombone e o Violão Encantado apresentaram as canções do mais novo disco autoral, lançado em março deste ano nas plataformas streaming, assim como músicas de Vinícius de Moraes, Chico Buarque, Toquinho, Arnaldo Antunes, Caetano Veloso dentre outros compositores de obras consagradas indispensáveis ao universo da criança. “Não poupem as suas crianças da riqueza que existe na música brasileira. Apresentem, aproximem, oportunizem sempre que puderem”, declara Lorena Porto no encerramento do show, ainda com o figurino da personagem Maria, melhor amiga de Escombone.
 
O disco
 
As canções compostas pelos próprios idealizadores do projeto já estão na boca da meninada. “Como é maravilhoso ser criança. Você cresceu, mas ainda pode entrar na nossa dança…” é um dos refrões que fazem desse disco encantador. Foi um trabalho musical produzido pelo Estúdio Via Sonora, mixado por Anselmo Roberto e com a direção musical de Cid Fiuza. As canções podem ser ouvidas no próprio site www.mariaescombone.com.br, Youtube ou Soundcloud.
 
Maria e Escombone
 
São personagens que protagonizam a missão de promover iniciação musical para crianças. O nome do projeto vem do imaginário popular das brincadeiras infantis. Virar maria escombona, dar cabriola ou, ainda, dar cambalhota é uma deliciosa brincadeira que diverte as crianças e que deu vida a essa boneca tagarela e ao seu amigo boneco cheio de talentos.
 
O projeto
 
Senhoras e senhores, sejam bem-vindos ao mundo dos bonecos de pano mais musicais de que já se ouviu falar. Uma iniciativa recomendada pela doutora honoris causa em educação (Suíça), Anaci Paim, pelo mestre em educação pela UEFS, Murilo Oliveira, e pelo professor Victor Porto, licenciado em música pela UFBA.
 
Indicado para teatros, escolas, shoppings, hospitais, praças públicas, salões de festa, quintais de casa ou em qualquer lugar onde há concentração de crianças. De forma bastante lúdica, o projeto torna acessível a compreensão da música e dos seus elementos básicos por crianças, especialmente entre 04 a 10 anos, a fim de dar a elas condições para dialogar com a produção musical do Brasil e do mundo. Estimula o senso crítico para o consumo da música e áreas relacionadas e, ainda, fortalece o brincar e tudo mais que envolve a cultura da criança. “Muitas situações nos despertaram para planejar esse projeto. Mas chegar em festas infantis e observar a trilha sonora tão distante do universo da criança, nos impulsionou para executá-lo o quanto antes”, comenta Cid.
 
Atuação
 
O projeto está em circulação por todo o Brasil em eventos particulares com o formato de show voz e violão para crianças e de projeto escola, onde se vale de conceitos construtivistas criando um relacionamento com os alunos em cinco etapas até culminar no show cênico musical. Além disso, a versão para o teatro está com sua estreia programada para o mês de julho, em Feira de Santana/BA. Para contratar algum dos formatos é só entrar em contato pelo WhatsApp 75 99264.1507 ou mandar e-mail para contato@mariaescombone.com.br.
 
Esta é mais uma produção da Fundação Culturasss – a cultura brasileira em rede, e tem a direção artística de Fernando Souza; direção musical Cid Fiuza; assessoria de imprensa LXP Marketing e Cultura; fotografia Maiara Nunes; ilustração Chu Oliveira; texto, concepção, figurino, maquiagem, cenário, iluminação, sonoplastia e atuação, Lorena Porto e Cid Fiuza.

Comentários

Leia também