Programa De Olho na Cidade

15/03/2017 - 12:25

Em passeata, professores protestaram contra a Reforma da Previdência

Momento Sindical
Em passeata, professores protestaram contra a Reforma da Previdência
Professores se concentraram na região da Praça de Alimentação da Getúlio Vargas. Foto: Kleiton Costa

Kleiton Costa

Uma passeata marcou a manhã de protestos de professores de diversas escolas particulares na manhã desta quarta (15) em Feira de Santana. Eles paralisaram as atividades em sinal de protesto contra a proposta de Reforma da Previdência que tramita no Congresso Nacional.

Os docentes do município e do estado foram à Salvador, em caravana, para participação em um ato público. A mobilização foi organizada pela APLB Sindicato.

O presidente do Sindicato dos Professores do Estado da Bahia (Simpro), Marialvo Barreto, comemorou a grande presença de professores na manifestação. “O movimento cresceu enormemente. Esperávamos a participação  de professores de 16 escolas, mas estimamos que houve a participação foi de pelo menos 30 escolas”.

Nas escolas estaduais e municipais, a paralisação segue até o próximo dia 25.

Parte dos servidores do Poder Judiciário também aderiu à greve geral nesta quarta-feira (15), assim como agentes penitenciários. Já o setor de transporte público e outros órgãos púbicos funcionaram normalmente.



Comentários

Leia também