Programa De Olho na Cidade

06/11/2015 - 13:31

Vasectomia é um ato de amor dos homens, diz assistente social

Mirian Caldas alerta que procedimento não diminui transmissão de DSTs.
Novembro Azul
Vasectomia é um ato de amor dos homens, diz assistente social
Tido como o método contraceptivo mais efetivo para os homens, a vasectomia ainda assusta muitos deles por aí. O procedimento é simples e resulta na esterilização permanente do homem, impedindo a liberação de espermatozóide no líquido ejaculado. 
 
Durante a cirurgia, o urologista aplica uma anestesia local no saco escrotal. Depois é feito um pequeno corte e sutura em cada uma das pontas. O procedimento dura cerca de 15 minutos. O paciente pode voltar a trabalhar no outro dia, mas é preciso evitar andar de motos, bicicletas e cavalos. Relações sexuais só após uma semana do procedimento. 
 
A assistente social do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), Miram Caldas, alertou que "os homens com mais de 25 anos e com mais de dois filhos podem e devem fazer a vasectomia". 
 
Um mutirão foi realizado no HGCA para realização de vasectomia como parte da campanha Novembro Azul. 
 
Para Miram, o homem que se submete ao procedimento está provando que ama sua esposa. "A vasectomia é um ato de amor. Para a mulher evitar a gravidez precisa tomar pílulas, injetando uma grande quantidade de hormônio no organismo, o que causa uma série de efeitos colaterais. Ou se submeter à ligadura tubária, que também não é tão simples. Com a realização da vasectomia, ela não precisa passar por nenhum desses métodos", ressalta. 
 
Informações que derrubam mitos sobre a vasectomia :  
 
– Não causa impotência sexual.
– Não causa perda da libido.
– Não aumenta o risco de nenhum tipo de câncer.
– Não aumenta o risco de nenhuma doença cardíaca.
 
A vasectomia não diminui a chance de transmissão de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST).  Por isso a assistente social alerta sobre a importancia do uso da camisinha. 
 
Reversão 
 
Em alguns casos a vasectomia pode ser reversível, porém o procedimento é muito mais complicado. Além disso, quanto maior o tempo da cirurgia menores são as chances de reversão. 
 
Joanna Morbeck

Comentários

Leia também