Programa De Olho na Cidade

12/08/2015 - 14:48

Filho ressalta influência do pai para seguir carreira

Fernando, que chegou a cursar psicologia, se sentiu influenciado desde o inicio pela admiração que sempre teve pelo pai.
Dia dos Pais
Filho ressalta influência do pai para seguir carreira

Não é raro encontrar pais e filhos que trabalham juntos. Dilson Barbosa e Fernando Moreira sabem bem como isso funciona. Os dois trabalham juntos no programa Linha Direta com o Povo, na Rádio Sociedade de Feira.

Para Dilson, é tranquilizador saber que tem alguém de confiança que ficará como seu sucessor no momento em que resolver parar. "Quando eu deixar o rádio, sei que estou deixando também alguém que dará continuidade a tudo que construí até aqui", pontuou.

Um dos filhos de  Dilson, André Campos, é advogado, seguindo a profissão do pai, que também tem um escritório de assiatência jurídica.
 
Dilson explicou que as coisas aconteceram naturalmente. "Foi uma escolha dele, nunca o obriguei a nada", completa.
 
 

Fernando, que chegou a cursar psicologia, se sentiu influenciado desde o inicio pela admiração que sempre teve pelo pai. 

"Ingressei na Psicologia, mas pedi para trabalhar com ele só para ter meu dinheiro. Fui trabalhar com ele no escritório dos programas (DBC Publicidade), no turno oposto, e aí sim despertou o meu amor pelo jornalismo. Eu vivi e cresci acompanhando ele nas coberturas de Copas do Mundo, os trabalhos dele no rádio. No 6º semestre de psicologia eu larguei o curso e comecei no jornalismo", conta Fernando que no inicio era o contra-regra do estúdio.

Dilson conta que nunca acostumou os filhos a receberem as coisas gratuitamente. “Às vezes podemos não compreender muito bem essa relação. Nunca acostumei meus filhos a terem as coisas ‘de graça’. Eles estão andando com as próprias pernas”, afirmou.  “Temos que apoiar. Se der errado, a gente apoia porque tentou. Se der certo, a gente apoia porque deu certo”, completa.

Ele ainda fala que esse negócio de que só o filho aprende com o pai já não é tão verdade. “Por ele ser mais jovem, ele que está me ajudando hoje em dia. A tecnologia está aí e ele que vem me ensinando essas novidades”, brinca.

“Trabalhar com meu pai é muito bom. Nós dividimos as coisas muito bem. Ambiente de família não é lugar de falar de trabalho e vice-versa”, concluiu Fernando. 

Comentários

Leia também